porto de paranaguá

Porto de Paranaguá

Fotografia de equipamentos nas obras de ampliação do TCP

Terra, mar e ar no mesmo projeto

Sobe e desce em equipamentos!

Fotografia porto de Paranaguá, durante as obras de expansão do TCP foi tão intensa e tão complexa que me permitiu atuar fotografando em terra, mar e ar.

Andar no entorno dos equipamentos que eu precisava fotografar numa obra com parte off-shore e com toda estrutura do TCP em volta, como toda fotografia industrial, requer uma dose adicional de atenção e de preparo.

Mais uma aventura encomendada pela Máquina Solo e sua equipe que nos valeram imagens únicas para incrementar o portfólio da empresa. O Foco dela era o uso do martelo PVE, mas o meu olhar estava em todo o entorno, com toda sua movimentação magnifica portuária.

Desafios nas alturas e sobre águas

FOTOGRAFIA PORTO DE PARANAGUÁ. 

Subir e descer de plataformas instaladas no mar para cravação de estacas da Destaca Engenharia, se movimentar de uma plataforma para a outra de barco, subindo em escadas com guarda-corpo puxando a mochila com os equipamentos e posicionando tripé e câmeras tomando cuidado com o curso de movimentação dos guindastes e demais equipamentos do entorno. Que epopeia, que movimentação.

Em uma mesma visita foi possível ver em prática o porque das NRs 12 e 35 quando se fala em segurança nesses locais e a importância de se ter alguém nos acompanhando, mesmo tendo experiência.

Uma outra coisa incrível foi poder sobrevoar e fazer fotografia aérea de uma obra dessas. Ver de cima os equipamentos e pessoas em movimentação também foi uma senhora experiência. Muitas nuances diferentes e um colorido todo especial que o lugar confere. Foi a minha primeira experiência com drone, sensacional e preciso aqui agradecer pessoal da Destaca  por ter confiado em mim para essa operação.

A Destaca utilizou nessa obra os martelos hidráulicos Junttan, finlandeses e Máquina Solo da marca holandesa PVE sobre os seus dois Cantitravel e balsa de cravação.